408.

Ao ter de sair de casa nessas manhãs geladas de inverno, sempre olhava os seus gatos acomodados no sofá e invejava o aconchego em que passavam os seus dias, mas nunca quis tanto ser um deles, quanto ao vê-los subindo e se aninhando sem a menor cerimônia, naquele colo que a ele nunca fora concedido o direito de estar.

Anúncios

~ por Sérgio G. Alves em 11/06/2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: