396.

Não acreditava na existência de outras, então vivia intensamente cada instante da vida que tinha, que incluía o breve período entre o seu nascimento e a sua morte, visto por ele como uma avenida movimentada a ser atravessada ao longo do seu solitário percurso.

~ por Sérgio G. Alves em 24/05/2011.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: