352.

Todo dia ele conseguia fazer sua volta para a casa parecer uma cena ruim de algum filme de espionagem. Ao longo do trajeto, procurava por conhecidos nas ruas e nos coletivos e tratava de dar um jeito de não ser visto. Não que não gostasse deles, mas não gostava do tempo perdido no caminho e tentava se distrair, evitando as pessoas. Chegava em casa e ligava o rádio, sem se importar com que música estava sendo tocada, só queria ter o silêncio calado durante o banho. Depois folheava revistas e lia qualquer coisa que pudesse mantê-lo entretido até a hora em que costumava ir para a cama, onde zapeava os muitos canais disponíveis na TV, enquanto não pegava no sono. Não que gostasse destas atividades, mas não gostava de estar sozinho e tentava evitar a si mesmo, distraindo-se com elas.

~ por Sérgio G. Alves em 12/04/2011.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: